quinta-feira, 8 de dezembro de 2016

NA DESPEDIDA DE GLÓRIA, FIÉIS E O CLERO PAULOAFONSINO PRESTAM HOMENAGENS AO PE. JOSÉ BATISTA



aaa
Estamos vivendo a experiência de Marta e Maria diante da morte de Lázaro, e de Nossa Senhora aos pés da cruz: a impotência, a solidão o cortejo e a única resposta é sempre e unicamente Jesus, ‘Eu sou a ressurreição e a vida’, a ele eu entrego nosso querido padre José Batista, e também a cada um de nós reconhecendo o quanto Deus nos ama, o quanto se preocupa com a vida de cada um de nós. Reconheço que esse grande amor nos faz reconhecer a nossa fragilidade, a nossa incoerência e a nossa presunção e por isso vamos pedir perdão e nos renovar mais uma vez pela força da misericórdia″, iniciou dom Guido a missa de corpo presente.

pp
Dom Guido lembrou os momentos difíceis dos últimos dias de vida do Pe.Batista

ol
A missa de corpo presente aconteceu na quadra
Santo Antônio, em Glória -BA.
A quadra de Santo Antônio da Glória, acostumada as festas do p
adroeiro, recebeu na tarde desta sexta-feira (07), os fiéis que vieram se despedir do Pe, José Batista, de perto, de longe, de outras dioceses, à família de sangue e os irmãos do clero. Em todos uma profunda tristeza pela partida aos 36 anos de vida, de um homem que soube amar o santo ofício e os fiéis que Deus lhe confiou.


Muitas mensagens dos paroquianos de Rodelas-BA, – por onde ficou cinco anos e da atual paróquia de Glória, à frente nesses 10 meses.  Estavam ali crianças e idosos, jovens, casais, as pessoas do dia a dia, na missa que demorou mais de duas horas e ninguém saiu antes de ver o caixão partir.
A missa de corpo presente aconteceu na quadra Santo Antônio, em Glória -BA.

Rodelas
tre
Fiéis se despedem de Pe. Batista, missa de corpo presente.
″Naquele quarto, lembrava a belíssima experiência da visita pastoral em Rodelas, uma convivência que nos permitiu conviver melhor, e ver de perto a tua grande preocupação e dedicação para com aquele povo que tu chamaste sempre de ‘meu primeiro amor’, do teu sorriso e do teu jeito, dos dons e dos limites que cada um de nós carrega, mas que cativou a simpatia daquele povo″.

Glória
″Um povo que logo te acolheu e te amou, que compartilhou de perto o desenvolver-se negativo da tua doença, que se preocupava com a tua vida, de como tu estavas, esse sorriso através do qual a ternura de Deus se tornou presença viva e eterna no meio de tantos desafios e a tua inquietação a respeito da vida de das pastorais sociais, que procurastes acompanhar de perto″

Terminado a homilia e confortando o coração de todos, dom Guido lembrou que a morte não é o fim.

″Ajuda-nos a reconhecer que vale a pena viver seguindo e anunciando o essencial, que é o amor a Deus e ao próximo, e a beleza do perdão dos pecados, para que na experiência da verdadeira libertação possamos colaborar cada um com a sua vocação na transfiguração do mundo (…) obrigado Pe. José Batista″.

Cânticos, mensagens de agradecimento pela convivência e pelo serviço prestado, de Glória e de Rodelas, finalizaram a missa.

FONTE: www.diocesedepauloafonso.com.br, em   07/12/2016 (Postagem: Ivone Lima)

BLOG VELHO CHICO - MARCOS OLIVEIRA


Nenhum comentário:

Postar um comentário